Quatro pessoas de Carmo do Paranaíba são levadas á delegacia por descumprir decreto municipal em Arapuá

Três homens foram presos e um adolescente foi apreendido por descumprir o decreto municipal na cidade de Arapuá. De acordo com as informações do boletim de ocorrência, os dois autores de 22 e 23 anos e o menor infrator de 16 anos são da cidade de Carmo do Paranaíba e foram até Arapuá comprarem bebida alcoólica num comércio chamado “Bar do Popó”, alvo de várias denúncias de desrespeito às medidas de prevenção contra o novo coronavírus.

Segundo as informações do boletim de ocorrência, os envolvidos foram abordados em um veículo Fiat/Pálio e, após buscas no veículo, foram localizadas algumas caixas de cervejas e outras cervejas avulsas. Questionados, os autores disseram que que teriam adquirido a mercadoria no Bar do Popô.

Por estarem em descumprimento do Decreto Municipal 467 de 18 de fevereiro, em que estabelece a proibição da venda atacadista e varejista de bebidas alcoólicas de qualquer espécie entre os dias 19 de fevereiro e 07 de março, tanto na cidade de Arapuá, quanto nos distritos e comunidades rurais.

A Polícia Militar deslocou até o referido Bar do Popô e o proprietário de 33 anos foi abordado nas proximidades do local, o qual foi convidado a ir até o destacamento da PM para que fosse registrado o ocorrido. Tanto os autores, o menor infrator e o material apreendido foram entregues na Delegacia da Polícia Civil de Rio Paranaíba, onde foi instaurado procedimento investigado.

Segundo o delegado, Dr. Felipe Façanha, todos os autores maiores foram enquadrados no descumprimento de medida sanitária, previsto no Art. 268 do Código Penal que estabelece os seguintes dizeres: “Infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa. Pena – detenção, de um mês a um ano, e multa”.

Após o registro, todos os envolvidos foram liberados depois que assinaram o Termo do Compromisso de Comparecimento e, de acordo com o delegado, assim que o inquérito foi concluído, será encaminhado para o Fórum de Rio Paranaíba para as demais providências.

Texto: Gilberto Martins