Poucos alunos comparecem nas escolas municipais de Lagoa Formosa para volta às aulas presenciais

O município de Lagoa Formosa retomou nesta segunda-feira (03/05) às aulas presenciais. A decisão tomada pelo executivo na última quinta-feira (29/04) gerou controvérsias entre os pais, professores e administração das escolas. Desde o início da pandemia do novo coronavírus em março de 2020 as aulas presenciais foram substituídas pelo ensino remoto no munícipio.

Nossa reportagem acompanhou a chegada dos alunos nesta manhã (3) na Escola Municipal “Alzira Borges Souto” e conversou com a diretora Fabiana Ferreira Fonseca Braga. Ela falou sobre os protocolos adotados para receber os alunos, dos receios, das preocupações e da responsabilidade de manter os estudantes e professores em segurança, devido ao perigo de contágio do novo coronavírus.

Nos últimos dias a prefeitura municipal de Lagoa Formosa divulgou por meio das redes sociais os critérios e adaptações das instituições de ensino à nova realidade. Foram instaladas medidas protetivas como a utilização de tapetes sanitizantes, dispenser com álcool em gel, termômetros, placas informativas e também distanciamento e reorganização de espaços.

Entretanto, os pais poderão optar pelo ensino presencial ou remoto, através de um termo de responsabilidade que será disponibilizado a eles. Para esse retorno direção e professores das escolas se esforçam para garantir tanto a própria segurança quanto a dos alunos. Na Escola Municipal “Alzira Borges Souto” apenas 20 crianças compareceram nesta segunda (03/05) para assistirem as aulas presenciais. No local estudam mais de 300 alunos.

PREFEITO EDSON MACHADO DE ANDRADE

Durante entrevista concedida ao apresentador Igor Santana da Rádio Vitoriosa, emissora parceira do Portal Patos 1, o prefeito de Lagoa Formosa, Edson Machado de Andrade (Didi), ressaltou sua preocupação com a COVID-19, mas disse que é de muita importância a volta às aulas, mesmo a pandemia não tendo acabado.