Polícia Militar de Lagoa Formosa registra ocorrências relacionadas a desavenças políticas

A Polícia Militar de Lagoa Formosa registrou nas últimas 48 horas duas ocorrências relacionadas a desavenças políticas na cidade. Numa delas uma residência teve um portão atingido por um tiro e na outra ocorrência um rapaz foi num evento do partido adversário armado com uma e segurando uma bandeira, o que causou revolta aos participantes da ação, mas o rapaz alegava estar no local apenas para fazer uso de bebida alcoólica que estava sendo distribuída gratuitamente.

De acordo com os boletins de ocorrência, no primeiro registro, a Polícia Militar foi acionada no início da noite da última quarta feira (3), sendo que a vítima, uma mulher de 25 anos, que reside numa casa localizada às margens de uma estrada vicinal na região de Sapé, relatou que o portão de sua casa havia sido atingido por um disparo de arma de fogo. A jovem contou aos militares que por estar envolvida em campanha política pela coligação “Juntos Somos Fortes” (Democratas/PSDB) sente-se constantemente ameaçada.

Já no outro caso, segundo o boletim de ocorrência, um homem de 20 anos visivelmente embriagado, que portava uma faca e uma bandeira do Democratas, partido adversário nas eleições municipais, chegou a um evento do MDB que estava ocorrendo na Rua Eurípedes Ribeiro, centro. Ele foi desarmado e contido por um policial da reserva que participava da movimentação. O autor Marques Herbert Machado, foi dominado até a chegada da viatura. O registro policial diz ainda que ele estaria incitando as pessoas com a bandeira do partido adversário.

Com fala desconexa, hálito etílico e olhos vermelhos, Marques afirmou que estava no local apenas para obter uma latinha de cerveja, pois estaria ocorrendo distribuição gratuita da bebida, descreve o boletim. Ele foi conduzido e liberado, logo apos assinar um Termo de Compromisso de Comparecimento (TCC).

Materia: Vanderlei Gontijo