Polícia Militar de Lagoa Formosa encaminha suspeitos de furto e receptação para a delegacia

A PM de Lagoa Formosa encaminhou para a delegacia de Polícia Civil nesta quinta-feira (18/06) três suspeitos de furto e receptação. O crime ocorreu durante a madrugada numa residência situada no Bairro Nossa Senhora do Rosário, quando por volta das 03h00 da manhã a vítima acordou e notou que havia desaparecido do imóvel um celular K40s, cor azul, com o carregador e um relógio de pulso.

De acordo com o boletim de ocorrência, os militares foram acionados por volta de 10h30 da manhã, sendo que após o relato, os policiais deslocaram até um comércio próximo ao local do fato e conseguiu acesso as filmagens das câmeras de segurança. Nas imagens os autores foram reconhecidos. Com isso, o primeiro dos suspeitos, um menor de 16 anos, foi localizado na casa onde reside no Bairro Novo Horizonte. Ele confessou que tinha participado do furto, mas disse que não estava com nenhum dos objetos levados na ação criminal.

Em seguida, a PM foi até a casa da mãe do segundo autor, que mora no Bairro Babilônia. No local Vinicius Vinícius Duarte dos Santos “curiri”, 22 anos, resistiu à prisão, mas foi contido. O rapaz relatou que furtou os materiais juntamente com o menor e que havia vendido o celular em uma casa de prostituição por 300 reais, para uma mulher conhecida por “Amanda”. Em contato com Ana Beatriz, 22 anos, a jovem relatou que Vinícius foi ao lugar e ofereceu o aparelho para venda, alegando que precisava comprar fraldas para seu filho, sendo que, pelo celular estar com o carregador, ela não imaginou que era produto de furto.

Diante dos fatos, a receptadora entregou o aparelho e se identificou como responsável pelo estabelecimento onde ela se encontrava. A mulher autorizou os militares a proceder busca no imóvel, sendo encontrada uma bucha de maconha nos pertences da autora. Todos os suspeitos foram detidos e levados para a delegacia de polícia na cidade de Patos de Minas. Ainda durante a condução dos autores para a depol, o acusado Vinícius ameaçou várias vezes de morte o menor infrator, que estava com ele durante o crime. Já Ana Beatriz foi presa por receptação e uso de drogas. O relógio da marca Orient que também foi furtado não foi recuperado.

Matéria e Fotos: Toninho Cury