Polícia Civil prende homem de 25 anos com anabolizantes em Patos de Minas

A Polícia Civil, através da Delegacia de Furtos, Roubos e Tóxicos, deflagrou na manhã desta sexta-feira (23/07) mais uma “Operação Dopping”, que visa combater a venda de medicamentos proibidos em Patos de Minas. O trabalho resultou na prisão de um jovem de 25 anos, que reside no Bairro Caiçaras.

Segundo o delegado de Polícia Civil, Érico Rodovalho, a prisão se deu após levantamentos investigativos realizados pela equipe de investigadores da Polícia Civil nos últimos dias, em que veio a receber denúncias de que o indivíduo estaria envolvido com substâncias proibidas pela ANVISA.

Uma equipe da Polícia Civil procedeu abordagem no respectivo endereço residencial, onde foram localizados dois frascos de NANDROL injetável, 200mg/ml com 10ml cada, um frasco de ENANTEST 200mg/ml injetável com 10ml, um frasco de FINAPLIX 10 ml com 100mg/ml e um frasco de HEMOGENIX contendo 100 cápsulas de 10mg cada, todos da marca GENIX PHARMA.

Érico frisou que dentre esses medicamentos existem substâncias que são consideradas como anabolizantes, e por isso, tem a venda e utilização proibidas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

“Com as diligências, o indivíduo recebeu voz de prisão em flagrante delito e foi encaminhado até a Delegacia de Polícia Civil para análise e adoção das medidas que entender pertinentes. Em entrevista, ele indicou que o real proprietário seria outro indivíduo que reside no imóvel, e que ele adquiriu para reposição hormonal”, explicou o delegado.

O delegado explicou que o crime cometido em questão trata-se daquele previsto no artigo 273, § 1º-B, I, do Código Penal, o qual tem pena prevista entre 10 e 15 anos de prisão. Entretanto, em 24/03/2021, o STF decidiu pela desproporcionalidade desta pena, vindo a fixar a pena entre 1 a 3 anos de prisão.

A Polícia Civil segue adiante com a investigação para apuração e identificação de todas as práticas ocorridas em nossa cidade, além de levantar eventuais comercializações de produtos que sejam proibidos, contando com o apoio da sociedade para a continuidade da investigação.

Além do mais, a Polícia Civil vem reafirmar o seu compromisso de estar atenta a todas as denúncias repassadas pelas sociedade, e vem alertar a todos para ter o devido cuidado com toda a medicação buscada em seus tratamentos.

Por fim, esta diligência da OPERAÇÃO DOPING completa a terceira atuação da Polícia Civil em Patos de Minas com apreensão de medicamentos proibidos, vindo a alertar para que todas as pessoas que realizam essa prática ilícita cessem com esse comportamento.

Fonte e fotos: PC