Patrocínio tem o primeiro caso de coronavírus confirmado; Já Carmo do Paranaíba tem três casos em investigação

Patrocínio teve o primeiro caso de coronavírus confirmado nas regiões do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. A informação é do boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) divulgado neste sábado (14). Até esta sexta-feira (13), a cidade não tinha sequer um casos suspeito em investigação.

Ainda conforme a SES-MG, o caso em Patrocínio é uma mulher, de 37 anos, residente no município, com histórico de viagem para a Itália. Na publicação do Estado também aparecem três casos suspeitos em investigação em Carmo do Paranaíba. E em Uberlândia, houve redução de um caso sob suspeita, que foi descartado.

Portanto, nas regiões do Triângulo e Alto Paranaíba agora são 46 notificações, sendo 39 casos sob investigação, um confirmado e seis descartados.

O G1 entrou em contato com a Prefeitura de Patrocínio para saber mais informações sobre o caso e medidas já adotadas ou planejadas na cidade. O Município afirmou que a paciente está com quadro clínico leve e sem indicação de internação hospitalar até o momento.

Informou ainda que a paciente está em isolamento domiciliar, bem como os familiares, sendo que nenhum deles apresenta sintomas do coronavírus.

A Secretaria Municipal de Saúde de Patrocínio afirmou que está preparada para o enfrentamento do Coronavírus, e segue trabalhando dentro do Plano de Ação contra a doença, com profissionais já treinados e atuação em vigilância preventiva nas unidades de saúde públicas e particulares.

A pasta ainda informou que, na segunda-feira (16), haverá uma reunião da Comissão Técnica Municipal de Monitoramento do Covid-2019 e, em seguida, serão repassadas mais informações à imprensa.

Carmo do Paranaíba

Neste sábado (14), Carmo do Paranaíba figurou a lista da SES-MG pela primeira vez. A cidade tem três casos em investigação, nenhum confirmado e nenhum descartado.

O G1 entrou em contato com a Prefeitura de Carmo do Paranaíba para saber mais informações sobre as suspeitas em investigação. Conforme a secretária de Saúde da cidade, Cristine Alves Rodrigues, os três pacientes sob investigação colheram materiais para exames, estão em isolamento domiciliar e receberam todas as orientações para evitar possíveis transmissões.

“A Secretaria de Saúde está tomando todas as providências para que não haja disseminação do Covid-19 no município. Segunda-feira (16) já está agendada uma reunião com a Superintendência Regional de Saúde para mais orientações sobre um plano de ação específico para combate ao coronavírus”, afirmou.

Minas Gerais

No Estado, há 297 casos suspeitos em notificação, quatro confirmados e 85 casos já foram descartados.

O primeiro caso confirmado de coronavírus em Minas Gerais foi divulgado neste domingo (8). Conforme a pasta, trata-se de uma mulher, de 47 anos, moradora de Divinópolis, com histórico de viagem para Itália em fevereiro com retorno ao Brasil em março. Ela não foi hospitalizada e está em isolamento domiciliar.

O segundo caso confirmado foi em Ipatinga, no Vale do Rio Doce. Os outros dois casos estão em Patrocínio, no Alto Paranaíba, e em Juiz de Fora, na Zona da Mata.

Nesta sexta-feira (13) o governo estadual decretou Situação de Emergência em Saúde Pública no Estado como uma das ações de preparação para assistência aos pacientes com coronavírus. Entre as medidas previstas pelo decreto está a dispensa de licitação para compra de insumos, medicamentos e aparatos médicos, além da contratação de profissionais.

Além disso, neste sábado, o Estado decretou a suspensão de eventos oficiais pelo próximos 30 dias. A medida deve ser revista semanalmente. Ele ainda recomenda que suspensão de eventos também seja adotada por organizações da iniciativa privada.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui