Ossada encontrada na BR-365 pode ser de desaparecido em Lagoa Formosa

Os restos mortais encontrados numa vala às margens do km 395 da BR-365, próximo a “Curva da Morte”, na última sexta-feira (14), podem ser de um morador de Lagoa Formosa, desaparecido desde novembro de 2019. A família teria reconhecido o chinelo encontrado próximo ao local. A Polícia Civil investiga o caso.

Funcionários de uma empresa de topografia que fazem a medição para o projeto de duplicação da BR-365 encontraram a ossada. Eles não gravaram entrevista e disseram que passavam pelo local quando encontraram o crânio humano. A Polícia Rodoviária Federal foi acionada, juntamente com a Perícia da Polícia Civil e uma unidade de salvamento do Corpo de Bombeiros. Através de escavação, os bombeiros encontraram diversos ossos.

Segundo o delegado de Polícia Civil, Luís Mauro Sampaio, somente uma família procurou a delegacia. Os familiares reconheceram o chinelo de Luiz Cesar de Oliveira, de 42 anos. Agora, os familiares mais próximos vão fazer o exame de DNA.

Não tenho a confirmação de que este indivíduo é o desta família que está desaparecido”, ressaltou. A confirmação só será feita após exames de DNA.

Fonte: Patos Notícias