Lagoa Formosa proíbe eventos com mais de 50 pessoas e passa a exigir comprovante de vacina

Após registrar 143 casos de Covid-19 em um único dia, o prefeito de Lagoa Formosa, Edson Machado – Didi – publicou um novo Decreto com regras mais rigorosas em todo o município. Os estabelecimentos deverão exigir cartão de vacina e os eventos com mais de 50 pessoas estarão proibidos até o dia 31 de Janeiro.

Os bares e restaurantes só poderão oferecer autoatendimento (self service) se disponibilizarem luvas descartáveis para os clientes. Igrejas e templos religiosos deverão respeitar o distanciamento mínimo de 1 metro linear.

Além disso, os moradores de Lagoa Formosa e os visitantes deverão observas as regras sanitárias em vigor, como a obrigatoriedade de distanciamento, do uso de máscaras, utilização de álcool em gel para a higienização das mãos e a preferência para meios eletrônicos de transações financeiras.
x
O Decreto também proíbe a realização de shows e eventos com mais de 50 pessoas em todo o município de Lagoa Formosa. Pessoas que entrarem no município de Lagoa Formosa com sintomas gripais deverão ser encaminhadas imediatamente para a realização de teste de Covid-19 e, em caso de positivo, respeitar o prazo de isolamento.
x

As medidas valem até o dia 31 de Janeiro. Em caso de descumprimento, o Decreto estabelece multa de R$ 500,00 por pessoa. Clique aqui para ver o decreto na íntegra.

Fonte: Patos Hoje