Homem enciumado esfaqueia companheira na cidade de Lagamar

Na noite desta quarta-feira (28/04), um homem de 49 anos foi preso pela Polícia Militar após esfaquear a companheira de 28 anos na cidade de Lagamar.

Durante patrulhamento pela Rua Monte Carmelo, Bairro Novo Horizonte, os militares receberam a informação que um homem havia esfaqueado a companheira. De imediato, os militares foram ao local e em contato com uma adolescente de 13 anos que é neta do agressor. Ela disse que estava na casa juntamente com o avó Flavio Henrique Ferreira, 49 anos, e a sua companheira Patrícia Mireles Caixeta Silva, 28 anos e o filho deles de 2 anos.

Eles estavam fazendo uso de bebida alcoólica e em certo momento, o avô começou agredir a companheira, vindo os dois caírem no chão. Depois o agressor pegou uma faca que estava na pia da cozinha e esfaqueou a companheira.

Neste instante a adolescente começou a gritar por socorro, sendo que vizinhos e alguns amigos familiares chegaram ao local, prestando os primeiros socorros a vítima e imobilizando o agressor até a chegada da polícia.

Uma ambulância do Pronto Socorro da cidade foi ao local e socorreu a vítima inconsciente, apresentando um corte profundo e grave na artéria da mão direita, um corte menor na cabeça, hematomas no rosto e inchaço nos olhos.

Ao ser questionado o motivo da agressão, Flavio Henrique disse eles estão juntos há três anos e, no momento que faziam uso de bebida alcoólica, a vítima falou de uma suposta traição, fazendo ele “perder” a cabeça.

Ao retornar ao pronto socorro, os militares encontraram a vítima já acordada e com dificuldade na fala, mesmo assim, ao ser questionada, ela disse que estava na casa da filha do companheiro e que sem motivos ele começou a lhe agredir batendo com sua cabeça na pia da cozinha e socando seu rosto.

Ela disse ainda que, mesmo depois de cair, ele continuou a agressão chutando sua cabeça, depois pegou uma faca na pia e a esfaqueou.

Diante dos fatos, o autor foi preso e encaminhado para a delegacia de Polícia Civil de Patos de Minas. O filho de 2 anos do casal ficou sob os cuidados da filha do agressor até que o caso seja resolvido.

Redação: Clube notícia