Gatos eram mantidos por idosa de Lagoa Formosa dentro de gaiola que cabe só um pássaro pequeno

Uma idosa de 63 foi detida na manhã desta quarta-feira (03/03) após ser flagrada praticando maus tratos contra animais e mantendo aprisionada uma ave da fauna silvestre. O fato ocorreu por volta das 07h00, na Rua João José Soares Primo, no Bairro Nossa Senhora do Rosário, quando os militares faziam patrulhamento pelo local e necessitaram adentrar na residência, com a permissão da proprietária, com o intuito de localizar um objeto, que um possível usuário de drogas teria lançado no quintal do imóvel.

De acordo com o boletim de ocorrência, assim que entraram na casa, os policiais militares notaram dois gatos trancados dentro de uma gaiola de pequeno porte, os animais se espremiam no interior do objeto. Na sequencia eles visualizaram um pequeno cão da raça pinscher, que estava amarrado ao “pé” de uma mesa e um pássaro da fauna silvestre (sabiá) que também se encontrava aprisionado em uma gaiola. Em conversa com a responsável pelos animais, a mulher disse que era comum a prática daqueles atos.

Ela também ressaltou que sempre teve animais, mas geralmente eles morrem, são envenenados, atropelados ou simplesmente somem. Diante dos fatos, a autora foi detida e os animais apreendidos. Os bichos foram encaminhados até a clínica veterinária Clinivet, onde passaram por avaliação de um profissional, sendo os gatos e o cachorrinho entregues no canil municipal. Já o pássaro foi levado até a sede da 10ª Cia INDMAT na cidade de Patos de Minas. Em contato com a Delegacia de Polícia Civil, a delegada de plantão orientou aos militares que liberassem a idosa mediante a assinatura de um Termo de Comparecimento (TC).

Materia: Vanderlei Gontijo