Carmo do Paranaíba atende pedido do MP e volta a fechar parte do comércio em novo decreto

A Prefeitura de Carmo do Paranaíba voltou a fechar o comércio local após o Governo de Minas regredir a macrorregião Noroeste para a onda vermelha do programa Minas Consciente. O decreto foi divulgado na manhã deste sábado (05) na página oficial da administração municipal e não tem um prazo de validade.

Segundo o documento, o município também levou em consideração um ofício do Ministério Público de Minas Gerais e a regressão da macrorregião no Minas Consciente. Com isso, a partir de hoje, estão suspensas as atividades de salões de beleza, barbearias, bares, restaurantes, lanchonetes, clubes de lazer e esportes, academias de ginásticas, estúdios de dança e clínicas de estéticas.

Os alvarás de funcionamento e localização foram suspensos por tempo indeterminado pela prefeitura. Ainda segundo o decreto, a suspensas das atividades não se aplica para a realização de transações comerciais por meio de aplicativos, internet, telefone ou outros instrumentos similares e nem serviços de entrega de mercadorias em domicílio ou retirada no balcão.

Materia: Gilberto Martins e Julio Cesar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui