Agência dos correios é arrombada durante a madrugada em Quintinos

A Polícia Militar de Carmo do Paranaíba registrou um furto na agência dos Correios no distrito de Quintinos, na madrugada da última terça-feira (02). De acordo com as informações do boletim de ocorrência, as funcionárias chegaram para trabalhar e encontraram a fechadura da porta de vidro arrombada e totalmente fechada.

Após serem acionados, os policiais deslocaram de imediato para local e acionaram a perícia técnica da Polícia Federal para realizarem os trabalhos de praxes. Durante a coleta dos dados, os militares conseguiram acesso às filmagens de câmeras de uma casa vizinha e visualizaram dois autores, sendo que um deles estava trajando blusa de cor escura, boné claro, tênis claro e o outro com blusa escura, camiseta clara, calça clara e boné escuro, ambos, segundo as informações, magros e de estatura mediana.

Conforme as filmagens, eles entraram na agência por volta das 23h48 do dia primeiro e só saíram às 00h11 do dia 02, levando consigo caixas e embrulhos. Os policiais então receberam denúncias anônimas informando quem seriam os suspeitos do crime. Rastreamentos foram feitos e dois jovens foram localizados em uma fazenda, tendo os dois negado a participação no furto, mas aceitaram a acompanhar os policiais para a averiguação dos fatos.

Após isso, foram até a residência um terceiro suspeito e sua mãe franqueou a entrada dos policiais. Foram realizadas buscas na residência, porém, nada de ilícito foi localizado. Por fim, deslocaram até uma outra residência e a avó do suspeito também liberou a entrada dos militares e também nada foi encontrado.

A Polícia Militar ainda recebeu a informação a informação de um dos suspeitos que estava transitando no distrito de Quintinos na noite anterior teria ido para Patos de Minas. Através das imagens das câmeras de segurança foi verificado ainda a semelhança física dos autores com as dos suspeitos que haviam sido qualificados, mas de acordo com as informações, não foi possível confirmar se alguns dos três tiveram participação direta nos fatos.

Os dois suspeitos que estava acompanham a PM, foram liberados posteriormente. Com isso, a perícia concluiu que foi furtado cerca de R$ 120,00 em cédulas e moedas, além de mercadorias de vários clientes.

Assim, diante do exposto, os rastreamentos continuam sendo realizados na tentativa de localizar os autores e os materiais furtados.

Texto: Redação Tô na Mídia Carmo do Paranaíba